03/01/2015

de de

Felipe Barenco - Fake

Sinopse: Téo está prestes há completar vinte anos e acabou de passar para o curso de Direito. Não bastasse a euforia em começar a faculdade, ele se apaixona por Davi, um garoto que chegou ao Rio de Janeiro para ser ator.
                O livro fala sobre a descoberta da sexualidade e do amor, numa fase da vida em que não sabemos se somos jovens ou adultos.
                 

            Olá meus queridos leitores, tudo bem? O ano se findou e temos uma nova etapa pela frente, um livro diferente do qual estou acostumada é um romance gay, e o mesmo veio em parceria com o próprio autor, além disso, venho trazer para vocês a primeira resenha do ano, então, vamos conhecer o assunto do livro?
            Nesse livro temos como protagonista Teo um jovem que está preste a completar 20 anos, e que passou para o curso de Direito, ele nunca se apaixonou e nem teve coragem de se assumir para os pais, vive um grande dilema falar a verdade ou fingir ser o que não é.
            Até que a vida de Teo muda completamente, ele conhece Davi por quem se apaixona perdidamente, e através disso decide se assumir para sua família, assim Teo vai calgar por estradas perigosas, descobrir segredos, viver o inesperado, e aprender com seus erros.

“Seguíamos um roteiro de ações calculado, onde nada poderia sair errado. Bastava um passo em falso e, pronto, caíamos num poço de questionamentos e culpas do qual ficava difícil de se levantar”.

            Bom, o livro traz um tema que tem muito preconceito, e a partir desse livro podemos perceber um pouco da vida dos nossos personagens, de suas atitudes, usando a ficção com a realidade, o autor mostra o sofrimento do personagem, ao assumir seu eu para a família e para a sociedade e os preconceitos que sofrem qual essa atitude.

“Parado no engarrafamento, conectado na angústia das minhas dúvidas, não conseguia ouvir a intuição. Ela não era música, era o ruído de um amor platônico cada vez mais poderoso”.

            Em alguns momentos lembrei-me do que meu irmão passou ao se assumir, e nessas partes eu me emocionava, pois me lembrei de tudo que ele me falava com as coisas que o autor escreveu, por isso temos que tirar o véu do preconceito e aceitar e respeitar o eu de cada um.
            O livro tem a capa linda, que é um camaleão onde é um animal que muda em cada local que está, e isso me remeteu logo ao protagonista que no inicio tentava se adaptar a cada local que ele estava escondendo seu verdadeiro eu.
            A diagramação do livro é simples, as folhas são amarelas, a numeração das páginas está à direita embaixo, a letra é média, o livro é de fácil entendimento e de leitura fácil.
            O livro traz temas como amor, preconceito, doença, amizade, família, além do mais, o enfoque não fica tanto no romance, e nos remete a escrita de John Green no livro a culpa das estrelas.
            Espero que vocês tenham gostado, que estejam sempre acompanhando o blog, beijos, até o próximo post.

Título: Fake
Editora: Umô – Usina de Criação
Edição: 1º - 2014
Gênero: Romance/ Literatura Brasileira
Páginas: 259
Avaliação: 3/5
ISBN: 978-85-68148-00-6
           


0 comentários:

Postar um comentário

Seja bem-vindos ao Amanda's Tale, deixe seu recadinho, que é um prazer ver a opinião de vocês, eu não repondo por causa do layout do meu blog, mas se tiver um blog é só deixar o link abaixo da mensagem que você poderá ter certeza que retribuirei a visitinha.

Beijos,
Volte Sempre!

LINK-ME

Amanda's Tale - Livros
 

REDES SOCIAIS

FOLLOW