01/05/2013

de de

Van Curtt - Tabuleiro

               Como vocês podem ver muitos dos livros que estou lendo são brasileiros, pois quero também valorizar a literatura brasileira, pois os novos talentos estão vindo com toda a força. E eu não poderia deixar de falar do livro o tabuleiro do autor que usa o pseudônimo Van Curtt, eu demorei pra ler um pouquinho, pois eu li e parava, estava me afastando um pouco da leitura, mas voltei e fui lendo aos poucos o livro, as primeiras páginas é um pouquinho complica e cansativa, pois é usado um termo jornalístico, mas depois disso o livro ficou ótimo, não conseguia largar o livro, não tenho nada do que reclamar do que alguns errinhos ortográficos que a editora acabou por cometer, mas não prejudicou a qualidade do livro.
               O autor é um amor, muito agradável e sempre responde suas mensagens, ele me mandou o livro com os marcadores a um tempinho e fiquei muito feliz até agradeço ele por isso. E conversando com o autor e vendo o que estava escrito no livro, será uma trilogia. Sendo que o autor está tentando entrar em outra editora, e tem toda a burocracia, então não tem previsão para o segundo livro.
               Mas agora vou falar um pouquinho do livro, ele retrata da vida de um albino Laerte, que tem sua fica transformada depois que uma advogada Suzana, decide fazer um livro sobre a sua vida, além disso, no Rio de Janeiro vão acontecendo vários assassinatos, e quem é o suspeito? O Albino.  Você a todo o momento ficava pensando quem será a próxima vítima desse serial killer, e em uma das mortes eu fiquei bem triste, não queria que a pessoa tivesse morrido, desejava seu final feliz.
               Mas e você teria coragem de jogar? E se isso pudesse tirar sua vida? Destruir sua família? Mesmo assim teria coragem de jogar? O livro é cheio de perguntas, que ao longo vai sendo respondida. Fiquei bem surpresa com o mandante dos crimes, nunca poderia imaginar e não foi comum, foi bem diferente do que poderíamos imaginar.
               O assassino deixa sua marca registrada em cada corpo que é encontrado, uma peça de xadrez, isso que identifica o autor desses crimes, pois ele tá jogando, mas com quem que ele está jogando?
               Além do mais o livro trás assuntos como bullying, política, sentimentos, prostituição, polícia corrupta, jornalistas corruptos, preconceito, adoção. E, além disso, a condição humana do protagonista você pode perceber que ele se sente inferior, que não sabe pra que serve a sua vida, ele não tem ninguém que o ame de verdade e, além disso, ele sofre muito preconceitos por ser albino, é solitário, e dá pra perceber que é depressivo. Além disso o enredo do livro é estilo Sidney Sheldon, ou até mesmo as séries Bones e C.S.I onde fica procurando o assassino, sendo que a gente ver pelas duas visões a do assassino e o da polícia, mesmo não sabendo quem são os bandidos.
               O livro faz você ver por outro lado, faz você perceber a condição humana de uma pessoa, e faz você dá mais valor a sua vida e a das pessoas que você ama. Que a qualquer momento você pode perdê-la. Eu recomendo esse livro, a leitura é um pouco rebuscada mais vale a pena ler. Quando eu olho pra capa me dá um nervosinho, pois parece que ele vai esmagar a cabeça dele rs. Espero que vocês apreciem da mesma forma que eu.

Editora: Novo século
Páginas: 534
               

0 comentários:

Postar um comentário

Seja bem-vindos ao Amanda's Tale, deixe seu recadinho, que é um prazer ver a opinião de vocês, eu não repondo por causa do layout do meu blog, mas se tiver um blog é só deixar o link abaixo da mensagem que você poderá ter certeza que retribuirei a visitinha.

Beijos,
Volte Sempre!

LINK-ME

Amanda's Tale - Livros
 

REDES SOCIAIS

FOLLOW