28/04/2017

de de

Livros que li no mês de: Março



Leituras

            Olá pessoal, tudo bem? Hoje, eu vim falar sobre os livros que li no mês de março, não foram muitos livros como no mês anterior, acabei não me dedicando tanto a leitura e também não tive tanto tempo, muitas vezes parece que estagno em uma leitura e não consigo fluir com a mesma e tem vezes que ela vem com tudo.
            Esse mês acabei só lendo dois livros, sendo que um deles é uma releitura e o outro em breve terá resenha aqui para vocês, então vamos conferir minhas leituras?


- Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban: Como já sabem eu sou uma potterheart e eu decidi relê toda a série, esse foi o terceiro livro da mesma que reli, senti toda aquele anseio e amor que sempre senti por essa incrível história, que conquistou gerações. 

- Codinome Lady V: É um livro de romance histórico e estou fascinada por esse gênero, ele veio em parceria com a editora Gutenberg e eu li ele rapidinho de tanta curiosidade que tive com o desfecho do enredo.
            Sei que não foram muitas leituras, mas me digam o que acharam? Já leram algum desses livros? Espero do fundo do meu coração que tenham gostado e que estejam sempre acompanhando o blog para poder ficar por dentro das novidades, não se esqueçam de seguir o mesmo. Beijos, até o próximo post.

23/04/2017

de de

Filmes baseados em livros: Franquias mais lucrativas e famosas #1



            Olá pessoal, tudo bem? Hoje é o dia do livro (23/04) e a nossa nova parceira Lilian Comunicação sugeriu um tema sobre as franquias mais famosas e lucrativas, o que eu achei bem legal e decidi passar para vocês de forma mais pessoal. Vamos começar?


- Harry Potter: É baseado na série de sete livros da J.K. Rolwing, mas as adaptações cinematográficas dividiu o último filme em duas partes. As gravações durou de 2001 a 2011 e foi um sucesso de bilheteria. Acompanhei os filmes desde pequena e no meu ensino médio tive a oportunidade de ler todos os livros, amo demais, cresci junto com as gravações dos filmes. 


- O senhor dos anéis: É baseado na trilogia de Tolkien, um autor já consagrado com outra obra, intitulada O Hobbit. Os livros foram escritos em 1937 e 1949 e foi adaptado para as telonas em 2001, ganhou vários prêmios Oscars. Considerado um gênio da literatura, pois criou uma nova língua em sua trilogia. Eu quando ela pequena vi os filmes, não lembro muito a história, pretendo rever os filmes, e claro, ter a oportunidade de ler os livros.



- Crespúsculo: É baseado na série de quatro livros da Stephanie Meyer, mas as adaptações cinematográficas dividiu o último filme em duas partes. Foi algo que contagiou vários adolescentes, as gravações começaram em 2008. Eu acompanhei todos os filmes e depois tive a oportunidade de ler os livros em PDF, hoje, quando vejo que tá tendo algum dos cinco filmes passando, me pergunto como era apaixonada por essa série.


- As crônicas de Nárnia: É baseado em setes romances (crônicas) do C.S. Lewis, mas consegue encontrar também o livro em volume único, a obra foi estreada em 2005, possui apenas três crônicas adaptadas em filme. Eu acompanhei todos os filmes e me encantei, li quase todas as crônicas, só não li a última, pois acabei me decepcionando, pois o livro e o filme são bem diferentes.


- 50 tons de cinza: Foi criado a princípio como fanfic de Crepúsculo, essa trilogia foi escrita pela autora E.L. James, o próximo filme tem previsão de ser lançado em 2018. Já foram lançados dos longa metragem dos dois primeiros filmes. Eu não li os livros e nem pretendo ler, vi o primeiro filme, mas não foi uma história que m agradou muito, não sei se vou acompanhar os próximos filmes.


- Jogos Vorazes: Um distopia que agradou milhares de pessoas, a autora Suzanne Collins criou uma trilogia com um universo contagiantes, em 2012 foi lançado a versão para as telonas. Bom, eu não li os livros e só vi o primeiro filme, eu estava bem ansiosa para ler os livros, mas ao ver o final, que terminava da forma que eu não queria desistir de acompanhar o filme e de ler as obras.

            E aí o que acharam? Já viram os filmes ou leram os livros? Me conte um pouco da experiência de vocês. Espero que tenham gostado e que estejam sempre acompanhando o blog para ficar por dentro das novidades. Beijos, até o próximo post.

17/04/2017

de de

Manoel Batista - Nildrien - O pergaminho



Em um mundo de fantasia medieval, o despertar de uma poderosa energia em uma caverna milenar e remota faz com que os mais poderosos reinos de Nildrien se mobilizem para conseguir o artefato portador do poder: um antigo pergaminho criado pelo maior de todos os magos, contendo feitiços capazes de afetar o equilíbrio mundial. Sem poder enviar seus mais experientes e poderosos membros, resta às forças de reinos aliados formarem um grupo de jovens aventureiros para enviá-los ao maior desafio de suas vidas: uma aventura entre guerreiros, magos e monstros que dividem um cenário onde o fantástico e a magia se mostram mais presentes do que nunca. Uma jornada que mudará para sempre a vida desses jovens, repleta de drama, ação e humor.


            Olá queridos leitores, tudo bem? Sei que minha quantidade de leitura está meio lenta, mas estou tentando voltar ao meu ritmo antigo, mas, não vim falar sobre isso e sim sobre mais uma parceria que o blog adquiriu, que foi com o autor Manoel Batista. Ele me enviou seu livro Nildrien - O pergaminho.
            Depois de alguns dias lendo, venho contar um pouco desse universo criado pelo autor, o mesmo foi muito fofo, pois mandou o livro autografado e com marcador, fiquei bem feliz.... Mas vamos deixar de blá, blá, blá e começar?
            Nildrien é uma obra de fantasia medieval, que relata a busca de quinze jovens/adultos à procura de um pergaminho muito poderoso, que foi escondido pelo Arkross Shawron, um grande mago de Nildrien, que faleceu há milênios.
            Ninguém sabia desse segredo, até que uns mineradores descobriram esse esconderijo, e assim a caverna antiga entra em colapso, deixando a rainha de Nildrien preocupada, a mesma, entra em contato com Skyllus, rei do reino da luz, para procurar mais informações.


“Já era tarde quando o líder da guarda veio até a mansão dos Wilfor comunicar-lhe sobre uma expedição até a Caverna Antiga. O nobre mal acreditará no que ouvira, e se recordou do dia da festa, em que Évora tinha perguntadose sabia dos estranhos acontecimentosque por lá se davam. ”


            Dias depois, a rainha recebe três pessoas: A princesa Lóris e suas duas clérigas Karedrine e Myat, onde elas trazem informações importantes, nesse mesmo dia, chega também o meio dragão que foi enviado pelo seu mestre para ajuda a rainha, chamado Reks.
            É quando é preparado uma expedição com quinze componentes, que a princípio não tem nada em comum, mas irão perseverar por um mesmo objetivo, lutar com o mal e trazer o pergaminho em segurança. Sendo que só o lado mal tem o mapa para levar até o local correto.


“- Esse aí é o mapa que leva ao tesouro dentro da caverna, não é? – indagou o clérigo da noite, provocando-o.”


            Bom, o livro é bem diferente de algumas fantasias que eu já li, achei bem legal o desenrolar da história, mas, a narrativa do autor é mais lenta, onde a princípio ele em cada capítulo vai falando de alguns personagens, onde no começo parece que as rotinas e a vida de cada um  não se interliga no outro, mas depois, o autor vai juntando os quebra cabeças.
            O autor cria um universo bem diferente, saí um pouco da mesmice, criou reinos distintos, poderes para cada reino, personagens diferentes, monstros que nunca tinha ouvido falar, e foi algo que apreciei muito.
            Eu também tenho um segredo para contar para vocês, eu acabei me encantado e talvez me apaixonando pelo um personagem das trevas, que foi o Josh príncipe de Asenhar, e torci para que ele e a princesa Lóris tivessem um envolvimento amoroso, achei a dupla com muita química e perfeitos juntos. E claro, ficava doida para chegar os capítulos deles e queria porque queria saber mais da vida do nosso príncipe que não tem nada de encantado.
            O livro também tem outros personagens que dão vida a história e muitos ficam marcados, como: os paladinos Hant e Kyle, o semi-demonio Hanns que tenho a esperança que vai mudar seu jeito, o lutador Mike, os guerreiros Karson e Histran, as clérigas Veronica  e Ylis e os nobre Damian e sua irmã Lóris.
            O livro possui uma narração bem fluída e ao mesmo tempo pesada, por ser um livro repleto de informações minha leitura foi mais lenta, algo que tem que ser analisado e refletido, depois da leitura me senti meio cansada, pois são vários atos e decisões a serem tomadas, e vemos a forma como esse grupo faz com que tudo aconteça, tornando-os únicos e incríveis.
            Mas como em toda história, também temos personagens para atrapalhar nossos mocinhos, então ocorrerá uma luta entre bem e mal, qual será o vencedor? Quem conseguirá pegar o pergaminho? A única resposta é que terá apenas um vencedor.
            E aí o que acharam? Já leram? Espero que tenham gostado e que estejam sempre acompanhando o blog, para ficar por dentro das novidades, não se esqueçam de seguir e claro deixar seu comentário, ok? Beijos, até o próximo post.

Título: Nildrien – O pergaminho
Editora: Novo século
Selo: Talentos da literatura brasileira
Edição: SP – 2015
Gênero: Ficção fantástica brasileira
Nota: 4/5
ISBN: 978-85-428-0643-4

LINK-ME

Amanda's Tale - Livros
 

REDES SOCIAIS

FOLLOW